Brasil As mudanças dos caminhos internacionais brasileiros - parte II: Bolsonaro

As mudanças dos caminhos internacionais brasileiros - parte II: Bolsonaro

Para o ministério das Relações Exteriores, a escolha de Ernesto Araújo, diplomata rejeitado pelos círculos de poder do Itamaraty; como inspiração intelectual, Olavo de Carvalho, escritor e filósofo avesso à academia e rejeitado por ela. Na base do apoio e

Brasil As mudanças dos caminhos internacionais brasileiros - parte II: Bolsonaro

As mudanças na política externa brasileira - parte I

Numa espécie de gradação não combinada, é possível perceber dois polos (Lula e Bolsonaro) de atuação cujas decisões foram "transportadas" - alterando-se o eixo internacional brasileiro de um lado a outro - por meio de dois presidentes intermediári

Brasil As mudanças dos caminhos internacionais brasileiros - parte II: Bolsonaro

Bolsonaro em Israel ajuda o candidato Netanyahu

O presidente brasileiro viaja ao país no melhor momento possível para o primeiro-ministro: reforça as conquistas internacionais de Jerusalém e divide a pauta da imprensa israelense justamente na semana que antecede as eleições.

Brasil As mudanças dos caminhos internacionais brasileiros - parte II: Bolsonaro

Sobre Bolsonaro, Trump e a política externa brasileira

Há neste momento a pavimentação de um novo caminho que passa pelo desmonte (repito, anunciado diversas vezes) da tradição internacional brasileira, especialmente das alianças e dos resultados conquistados por Lula.

Brasil As mudanças dos caminhos internacionais brasileiros - parte II: Bolsonaro

A missão de resgate de Israel em Minas Gerais

Imaginar e teorizar algo além da missão humanitária é fruto do desconhecimento ou do próprio antissemitismo venal que estabelece que os judeus - e o Estado judeu, neste caso - devem estar sempre sob profunda desconfiança

Brasil As mudanças dos caminhos internacionais brasileiros - parte II: Bolsonaro

O mito do governo

Não se trata do nascimento da primeira gestão no executivo com olhar puramente técnico, mas da substituição de uma visão ideológica por outra

Brasil As mudanças dos caminhos internacionais brasileiros - parte II: Bolsonaro

A mudança da embaixada brasileira em Israel para Jerusalém

O “Obama” de Bolsonaro são os 13 anos de Lula e Dilma na presidência da República. Se Lula e Dilma punham em prática política externa percebida como favorável aos países árabes e oposta aos EUA, o novo presidente brasileiro inclui a decisão sobre a embaix

Brasil As mudanças dos caminhos internacionais brasileiros - parte II: Bolsonaro

A versão brasileira da extrema-direita internacional

O movimento ascendeu a alguns dos principais palcos do planeta, elegendo heróis simbólicos e vilões culpados pelo multiculturalismo que “ameaça” as identidades nacionais